Coração pesado


Hoje eu quero ficar só.
O dia tem passado morno e o céu escureceu depressa demais.
Mais rápido que o nosso encontro.
Tão longe de mim quanto o pássaro que voa.
E o oceano chora suas gotas por ter perdido aquele único instante de tormenta.
Foi silencioso e forte.
Passou e nem sequer deixou ser visto.
As asas daquele pássaro te levaram.
E com o coração pesado te deixei.
.
Samara Abdul

3 comentários a “Coração pesado”

  1. Sami! Bem vinda ao time de “postadores” do nosso blog! Estava faltando você! Por hora o “time” Cosmonáutico está completo!
    Hoje você quer ficar só, mas já tem a minha companhia e de quem mais vier visitar o blog! Vai se acostumando! Um abraço e até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *