Kalosh, o Abutre

Kalosh

“Que problemas há em morrer? A morte é o fim necessário da vida. Tal é a pedra fundamental, a rocha sólida, a lei máxima do mundo dos vivos, e dos mortos. Apoderado pela grande deusa, Rainha da Rapina, hei de punir aqueles que ousarem transgredir tal ordenamento do cosmos. Aquelas vis criaturas que retornam dos mortos, ou insolentes que buscam a imortalidade. Todos perecerão quando minha lâmina lhes separar corpo miserável de cabeça pensante. Não há tempo ilimitado para todos. Que os vivos aproveitem suas partes de vida e o convívio com seus entes queridos. Quando a morte os levar, se não tiverem gasto sua vida tentando fugir da morte, terão vivido o que deveriam. Se, ao contrário, dedicaram suas vidas a prolongar a própria vida, que sentido há em gastar seu tempo para conseguir mais tempo?”

Willian Stakonski

1 comentário a “Kalosh, o Abutre”

  1. Muito bom!
    “Que problemas há em morrer? A morte é o fim necessário da vida. Tal é a pedra fundamental, a rocha sólida, a lei máxima do mundo dos vivos, e dos mortos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *